sábado, 24 de junho de 2017

NESTE SÁBADO Mulher é vítima de estupro coletivo e espancamento em Maracanaú. Uma dona de casa de 44 anos foi vítima de estupro e espancamento coletivo por pelo menos dois homens no bairro Timbó, em Maracanaú, Região Metropolitana de Fortaleza (RMF). A vítima foi socorrida pelo Serviço Móvel de Atendimento de Urgência (Samu) e, em seguida, encaminhada ao Hospital Municipal João Elísio de Holanda, também em Maracanaú. 



Jéssika Sisnando

Atualizada às 14h28min

 

Uma funcionária do hospital que realizou o atendimento da vítima e pediu para não ser identificada, disse que a vítima estava com um grupo de amigos em um bar e, em meio a uma comemoração, pelo menos dois dois a retiraram do local e ela foi espancada e estuprada em via pública. 

"Ela perdeu cinco dentes, está com ferimentos na boca. Tem escoriações por todo o corpo, mas o espancamento foi concentrado na cabeça e no rosto, ela teve fratura de nariz e teria sido estuprada", disse. 

Conforme a funcionária, o espancamento e a violência sexual foi praticada por pelo menos dois homens. O Samu foi acionado, mas, quando chegou no local, estava apenas a vítima e algumas mulheres que a socorreram. 

Ainda segundo a funcionária na manhã deste sábado, a vítima estava em atendimento com um cirurgião, que pediu avaliação de um ginecologista para que fosse confirmada a violência sexual.

 

Polícia 

 

A Polícia Militar foi até o local, inclusive uma policial feminina, no intuito de colher informações. 

O diretor da Divisão de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), Leonardo Barreto, informou que, assim que tomou conhecimento do caso, enviou uma equipe para o local para averiguar o crime. Ele disse ainda que a delegacia especializada deve realizar levantamentos sobre o caso. 

Por meio de nota, a Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS), informou que a Polícia Civil investiga o caso e não é possível afirmar que a mulher foi vítima de estupro coletivo e que somente o aprofundamento das investigações pode esclarecer o fato. 

 

"Informações preliminares apontam que a vítima foi estuprada e espancada. Ela foi socorrida para um hospital onde passa por acompanhamento médico. A Polícia Civil do Estado do Ceará informa que investiga uma ocorrência de estupro registrada, na manhã deste sábado (24), no bairro Timbó, em Maracanaú. Informações preliminares apontam que a vítima foi estuprada e espancada. Ela foi socorrida para um hospital onde passa por acompanhamento médico. A Polícia Civil ressalta que não é possível afirmar, inicialmente, que a mulher foi vítima de estupro coletivo. Somente o aprofundamento das investigações poderão esclarecer o fato."  divulgou. 

 

Outro caso

 

No dia 14 de março uma mulher morta e estuprada no bairro Conjunto Jereissati II, também em Maracanaú. O corpo dela foi achado nas proximidades de um campo de futebol.  

 

Lei

 

O Código Penal estabelece pena de reclusão de 6 a 10 anos para o crime de estupro. Se for coletivo, ou seja, quando praticado o crime por duas ou mais pessoas, a pena é aumentada em um quarto, o que eleva a punição máxima para 12 anos e meio de prisão.  As informações são do site do Senado Federal. 

 

Grupo de Comunicação O POVO
Copyright © 2016,
Todos os direitos reservados