quinta-feira, 1 de junho de 2017

SEGURANÇA DE MULHERES Aplicativos alertam amigos quando usuárias passam por situação de perigo. O aplicativo mostra um botão na tela e envia mensagens para pessoas de confiança


 

No momento em que mulheres estão expostas a circunstâncias de risco, a tecnologia pode ser uma aliada. Um aplicativo foi lançado na última terça, o Ela, pelaSecretaria Extraordinária de Políticas Públicas para as Mulheres, de João Pessoa, e pode ser usado em todo o País. O dispositivo envia, por meio de um botão na tela, um SMS com pedido de ajuda para até cinco contatos cadastrados pela própria usuária dos smartphones.

 

Para que funcione, não é preciso que o aparelho esteja conectado a uma rede wi-fi ou 3G/4G. No entanto, é necessário que o celular de quem está enviando tenha créditos ou bônus de mensagens da operadora, uma vez que a tecnologia usada para o envio é o SMS. Os contatos cadastrados recebem as mensagens e a localização da pessoa que enviou.

 

Outros aplicativos que auxiliam mulheres expostas a situações de risco estão disponíveis para celulares e tablets com sistemas Android e IOS. Um desses aplicativos é o BackMeUp. O app foi pensado pela marca de absorventes, e por uma agência de publicidade para uma campanha publicitária. Funciona da seguinte forma: quando as mulheres se sentem ameaçadas a fazer determinado trajeto e desejam que uma pessoa acompanhe o caminho à distância, o aplicativo manda uma solicitação para quem ela confia.

 

O amigo recebe uma notificação e pode aceitar ou não o convite. Caso aceite, o percurso é determinado pela pessoa que precisa de ajuda e se ela sair desse trajeto ou tenha sido interrompida, uma notificação de possível perigo será enviada para o amigo.

 

Outro aplicativo que também ajuda em situações de emergência foi batizado de Graber 24X7. Nele, existe o botão do pânico, que dispara um sms ou email para a lista de usuários cadastrados. Os amigos recebem uma mensagem de emergência personalizada. O app também envia, imediatamente, a localização por meio do Google Maps.

 

Os desenvolvedores do aplicativo, que foi lançado durante a Feira Internacional de Segurança, em São Paulo, acreditam que a novidade será útil principalmente para pessoas idosas que moram sozinhas e precisam avisar seus parentes, de forma rápida, quando estiverem em emergência, como problemas de locomoção, quedas, tontura e acidentes domésticos.

 

Redação O POVO Online 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

EXCLUSIVO: Preso em Fortaleza traficante chefe do Comando Vermelho em Santa Catarina

  Leandro Madalena Schlosser, 27 ano, foi capturado ao chegar em seu apartamento, no Cambeba Uma operação conjunta do Batalhão de Polícia...