segunda-feira, 12 de junho de 2017

VIOLÊNCIA SEM FIM Balanço parcial: fim de semana registra 37 assassinatos no Ceará. Ao menos, 37 pessoas foram assassinadas no Ceará durante o fim de semana em todo o Ceará. O balanço ainda é parcial, mas revela que  a Capital cearense concentrou a maioria das ocorrências de Crimes Violentos, Letais e Intencionais (CVLIs) no período entre a sexta-feira (9) e o começo da madrugada desta segunda (12).

Na noite de sábado, um jovem identificado por Rafael foi morto, a tiros, em plena Praça José de Alencar. Ele seria do mesmo grupo de bandidos que trocou tiros com a Polícia Civil em Aquiraz, na semana passada, quando quatro integrantes da quadrilha morreram.

Na Capital, foram registrados 19 homicídios, sendo nove na sexta-feira, outros nove no sábado e um no domingo, nos seguintes bairros: Álvaro Weyne (2 casos), Bom Jardim (2), Parque Santa Maria (um duplo homicídio), Vila Velha, Monte Castelo, José Walter, Serviluz, Siqueira, Granja Portugal, Barra do Ceará, Bonsucesso, Canindezinho, Centro, Jangurussu, Guararapes e João XXIII.

Na Região Metropolitana de Fortaleza (RMF), foram sete homicídios nos seguintes Municípios: Pacajus (2), Maracanaú (2), Caucaia, Maranguape e Cascavel.

Sertão

No Interior, foram 11 crimes de morte. No Interior Norte, oito pessoas foram assassinadas nos seguintes Municípios: Itarema (três casos), Viçosa do Ceará, Caridade, Paracuru e Trairi.

Na Região Sul, apenas dois casos de homicídios foram contabilizados neste balanço parcial. Os assassinatos aconteceram nos Municípios de Campos Sales e Jardim, além de uma lesão corporal seguida de morte na cidade do Crato.

Bandidos morrem

Dois casos de assaltos terminaram com seus autores mortos em reação de policiais. O primeiro caso ocorreu na noite de sexta-feira (9), quando três bandidos tentaram assaltar os passageiros de um ônibus da empresa São Benedito que fazia a linha Limoeiro do Norte-Fortaleza.  No momento do ataque, um policial militar que viajava no coletivo reagiu e matou, a tiros, um dos assaltantes. O fato ocorreu quando o coletivo seguia pela BR-116, à altura do Município de Pacajus, já na região Metropolitana de Fortaleza (RMF).

O segundo caso ocorreu na tarde de sábado, quando uma inspetora da Polícia Civil foi perseguida por um assaltante. A agente dirigia seu veículo pela Avenida Miguel Dias, no bairro Guararapes, em Fortaleza, quando acabou sendo abordada pelo ladrão. Ela reagiu e atirou, matando o assaltante. O morto foi identificado como Givanildo dos Santos Rufino, 21 anos, que trafegava numa moto roubada.

Em ambos os casos, os policiais se apresentaram à delegacia logo após o fato e prestaram depoimento, sendo liberados em seguida. 

Jornalista Fernando Ribeiro Copyright 2016