segunda-feira, 24 de julho de 2017

EM MARABÁ Suspeito de mandar executar 'Xico Canuto' é preso no Pará. Adolescente recebeu 15 gramas de cocaína para executar o comerciante sob orientação do suspeito.

Elckyson Matheus Muniz de Sousa havia discutido com 'Xico Canuto', na noite anterior ao assassinato ( Foto: Thiago Gadelha )Xico Canuto havia discutido com o mandante do crime dias antes da execução por não permitir o tráfico de entorpecentes nas proximidade do seu estabelecimento comercial

Polícia do Estado do Paráprendeu, na noite do último domingo (23), o suspeito de ser mandante do assassinato do empresário 'Xico Canuto', proprietário do bar ‘Bicho Papão’, no último dia 3 de julho, na Praia de Iracema. Elckyson Matheus Muniz de Souza, 20 anos foi capturado no município de Marabá, após roubar uma motocicleta.

Conforme a investigação, a Divisão de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) chegou ao nome do acusado após depoimento doadolescente autor dos três disparos contra a vítima. O menor de idade recebeu 15 gramas de cocaína para executar o comerciante sob orientação do suspeito.

De acordo com o delegado Renato Almeida, titular da 1ª Delegacia da DHPP, Xico Canuto havia discutido com o mandante do crime dias antes da execução por não permitir o tráfico de entorpecentes nas proximidade do seu estabelecimento comercial, fato que pode ter motivado a ocorrência. 

Elckyson Matheus Muniz de Souza estava no Pará desde o dia 9 de julho, quando fugiu da Capital para casa de familiares. No último domingo (23), a Delegacia Regional de Marabá acabou prendendo Elckyson em flagrante, por roubo de uma motocicleta. 

Segundo o diretor da DHPP,delegado Leonardo Barreto, o suspeito está detido no Pará e deve responder por roubo, homicídio duplamente qualificado e corrupção de menor. 

© Diário do Nordeste

©Todos os direitos reservados. O conteúdo não pode ser publicado, reescrito ou redistribuído sem prévia autorização. Passível ação judicial.

VINDO DO NORTE Novo tipo de droga é apreendido no Ceará. O 'óleo da maconha' tem 80% de substância psicoativa. O número é 20 vezes maior que o da maconha tradicional.

A diretora da DCTD, delegada Patrícia Bezerra, disse que os efeitos de duas gramas de BHO são equivalentes aos de 20 gramas da maconha tra...