sexta-feira, 28 de julho de 2017

HOMICÍDIO A FACA Comerciante é morto com golpes de faca após negar despachar cachaça a Gari. Por volta das 17:00horas o plantão policial de Orós registrou um assassinato bem no coração da cidade na Rua Epitácio Pessoa, um dos comerciantes mais conhecidos e queridos na cidade, Eudes Barroso, proprietário da Lanchonete São Francisco, foi brutalmente assassinado a facada por um gari identificado apenas por “GAGO”, a população oroense está chocada com este crime.



Por volta das 17:00horas o plantão policial de Orós registrou um assassinato bem no coração da cidade na Rua Epitácio Pessoa, um dos comerciantes mais conhecidos e queridos na cidade, Eudes Barroso, proprietário da Lanchonete São Francisco, foi brutalmente assassinado a facada por um gari identificado apenas por “GAGO”, a população oroense está chocada com este crime.

Um comerciante da cidade de Orós, identificado por Eudes Barroso, foi assassinado na tarde desta quinta-feira (27), após ser atingido por uma facada na região do pescoço. A vítima era proprietária de uma lanchonete no centro da cidade.

Segundo informações da Polícia Militar, o acusado pelo crime é conhecido pelo apelido de “Gago”. Conforme informações de um funcionário do estabelecimento comercial, Barroso estava dentro da lanchonete quando foi atingido. Ele chegou ainda ser socorrido com vida para o Hospital Luzia Teodoro da Costa, em Orós, mas não resistiu aos ferimentos e morreu.

Logo após o ocorrido, a Polícia Militar foi acionada e conseguiu prender o acusado. Ele foi levado para a Delegacia Regional de Polícia Civil de Icó, onde prestou depoimento. A polícia não divulgou a motivação do crime.

Na cidade de Orós o crime ganhou ampla repercussão. Barroso era um comerciante muito querido na região.

Iguatu Notícias

 E-mail: contato@ipaumirim.com

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Ataque em Alto Santo: quadrilha invade banco com um caminhão e foge sem levar o dinheiro

O Duster usado na fuga pelos criminosos foi encontrado incendiado na CE-138, zona rural Uma quadrilha fortemente armada atacou, na madr...