quinta-feira, 10 de agosto de 2017

Após bullying menino tem pedaço de tábua com prego na ponta cravado na cabeça. O bullying tem sido um problema contínuo, especialmente no que diz respeito a crianças mais jovens e "especiais". Ao contrário do que muitos pensam, o bullying pode acontecer em qualquer lugar, não apenas na escola. As crianças são as principais vítimas disso todos os dias.


O bullying tem sido um problema contínuo, especialmente no que diz respeito a crianças mais jovens e "especiais". Ao contrário do que muitos pensam, o bullying pode acontecer em qualquer lugar, não apenas na escola. As crianças são as principais vítimas disso todos os dias. No entanto, às vezes, esse tipo de crime passa dos limites. Foi exatamente o que aconteceu com esse garotinho de apenas nove anos, que teve uma tábua com um prego na ponta cravado na cabeça. A vítima foi identificada como Romeo Smith, de 9 anos, da cidade de Mansfield, na Inglaterra.

Segundo informações divulgadas pela imprensa local, o menino estava caminhando tranquilamente para visitar a sua avó, quando, de repente, uma gangue de pessoas malignas chegou até ele.

Logo começaram a insultar o menino autista com palavrões. Por sua vez, a vítima, tentando fugir dos valentões, subiu em uma árvore. Neste momento, um dos acusados lhe jogou uma tábua de madeira com crueldade. Para piorar as coisas, anexado à tábua tinha um prego enferrujado. O objeto acertou na parte de trás da cabeça do menino e ficou preso ao seu crânio. A mãe do menino, identificada como Natasha, estava com a vítima no dia do incidente.

No entanto, Romeu ficou para trás porque estava olhando para as coisas. Era algo que sua mãe estava acostumada por causa de seu autismo. Ela não sabia que seu filho era mais que apenas distraído. Ao chegar em casa, Natasha notou que seu filho não estava com ela. O pai do menino, identificado como Craig, de 35 anos, correu para procurar o menino.

Foi quando ele viu que o seu filho estava descendo a árvore, e uma tábua com um prego na ponta foi jogada contra ele. Logo a vítima foi socorrida e levada às pressas para o Hospital King's Mill, onde recebeu morfina enquanto a prancha foi removida.

Na verdade, uma polegada do prego estava cravada no crânio do menino. "Não sei se isso teve algo a ver com seu autismo, mas acho que o viram como vulnerável. Se eu pudesse falar com os meninos responsáveis, eu lhes diria que deixassem de intimidar os outros. Eu lhes diria que parassem o nome do chamado e a violência. Não quero que isso aconteça com outra criança", disse a mãe de Romeu. Felizmente, o menino não corre risco de vida. Para evitar complicações adicionais, recebeu antibióticos. Em seguida, recebeu alta hospitalar. O que você pode dizer sobre o que os valentões fizeram com o menino? Compartilhe seus pensamentos na seção de comentários abaixo.

Reproduzido por MassapeCeara.Com|Créditos: Francisco Chagas via Blasting News

PROVA OBJETIVA Resultado preliminar de concurso para agente penitenciário é divulgado. De acordo com a Sejus, dos 61,6 mil que participaram da primeira etapa do certame, 6.977 estão na lista divulgada nesta quarta (18).

A primeira fase do concurso foi realizada no último dia 1º de outubro ( Foto: arquivo ) A  Secretaria da Justiça e Cidadania do Estado (Se...