sexta-feira, 25 de agosto de 2017

Raio e Choque impedem fuga em massa de bandidos do PCC na CPPL 2

A intervenção constante da Tropa de Choque da PM tem impedido fugas nas unidade de Itaitinga

Policiais militares dos batalhões de Choque (BPChoque) e Raio  (BPRaio) impediram uma fuga em massa de detentos da Casa de Privação Provisória da Liberdade Professor Jucá Neto, a CPPL 3, localizada no Complexo Penitenciário de Itaitinga, na Região Metropolitana de Fortaleza (RMF).  O fato ocorreu na madrugada desta sexta-feira (25)  quando os agentes penitenciários descobriram o plano dos internos daquela unidade.

Segundo a Polícia, agentes que estavam na central de vídeo-monitoramento eletrônico do presídio observaram através das imagens captadas por câmeras instaladas na Rua E de uma das Vivências o momento em que os presos começaram a colocar em prática o plano de fuga coletiva.

Os presos começaram a quebrar a parte de ventilação das paredes e alguns chegaram até a área de brita que circunda os pavilhões. Dali,  pretendiam correr até o alambrado e escapar através de buracos que são feitos nas grades.  Contudo, o reforço policial chegou a tempo de impedir a evasão.

Os homens do BPChoque e do BPRaio  fizeram uma varredura na área antes de ser realizada a “tranca” dos detentos nas celas.  Em seguida, uma patrulha do Comando Tático Motorizado (Cotam) descobriu as escavações de um túnel. Segundo um dos oficiais que comandaram a ação, o túnel não tinha ainda o buraco de saída.

Fugas

A CPPL 3 hoje é ocupada por presos ligados à facção criminosa Primeiro Comando da Capital (PCC), estima-se que desde o começo do ano, mais de 100 presos tenham conseguido escapar daquela unidade penal, seja através de túneis ou pelo alambrado. Tentativas de resgate também foram registradas.

Mortes

Já na CPPL 2 (Casa de Privação Provisória da Liberdade Professor Clodoaldo Pinto), dois presos foram mortos em uma semana. Na última sexta-feira (18), o detento identificado como Jean Rodrigues da Silva foi espancado e esfaqueado até a morte. Na última terça-feira (22), outro preso também acabou assassinado. Tratava-se de Francisco João Batista de Castro da Silva, 35. 

Jornalista Fernando Ribeiro Copyright 2016

Até o fim de dezembro reforço da segurança em Fortaleza terá duas torres de vigilância blindadas

SIRENE ABERTA Fernando Ribeiro Cada torre terá nas ruas do seu entorno dezenas de câmeras de altíssima potência Estão aceleradas as obra...