terça-feira, 15 de agosto de 2017

VIOLÊNCIA Suspeitos invadem residências e matam dois homens em Fortaleza. Em menos de 24 horas, a “guerra” de facções deixou três mortos na Capital, além de feridos e uma escola pública invadida. 


Violência

Em menos de 24 horas, a “guerra” de facções deixou três mortos na Capital, além de feridos e uma escola pública invadida.  Os conflitos armados envolveram bandidos do Comando Vermelho (CV) e da  Guardiões  do Estado (GDE), mobilizando a Polícia Militar.

O primeiro ataque ocorreu na tarde desta segunda-feira (14), quando criminosos armados invadiram a escola ABC, no bairro Cristo Redentor, localizado na Rua Monsenhor Hélio Campos, com a intenção de matar um integrante da “Gangue do Pintinho”, ligada ao CV. Eram bandidos da GDE. A escola fica a poucos metros do Quartel da 3ª Companhia do 5º BPM.  Mesmo assim, os criminosos não se intimidaram. Porém, o atentado não foi concretizado e eles fugiram.

Segundo ataque

Já na noite, por volta de 23 horas, outro confronto entre facções criminosas deixou uma pessoa morta e outras três feridas em um tiroteio. O confronto ocorreu no bairro Álvaro Weyne/Floresta, na zona Oeste da Capital.  Segundo testemunhas, bandidos em um carro desembarcaram na Rua Ferreira dos Santos e passaram a atirar contra as pessoas que estavam no local.  Quatro ficaram feridos.

Um dos jovens baleados deu entrada, em estado grave, na Emergência do Instituto Doutor José Frota (IJF-Centro) e morreu minutos depois. Familiares do morto se recusaram a fornecer o nome dele.  Os outros feridos também foram atendidos no mesmo hospital.

Terceiro ataque

No começo da manhã desta terça-feira (15), um duplo homicídio foi registrado na zona Leste de Fortaleza. Bandidos da facção criminosa GDE (Guardiões do Estado), invadiram uma residência e mataram dois homens que, supostamente, seriam integrantes do Comando Vermelho.  Era por volta de 5 horas, quando criminosos armados, que seriam integrantes da gangue da Baixada,  invadiram uma residência na Rua do Gelo e fuzilaram dois homens dentro da casa. Os moradores que ainda dormiam acordados assustados com a sequência de tiros.

Quem já estava na rua se escondeu onde foi possível. “Foram muitos tiros, depois eles passaram correndo com as armas nas mãos dizendo que quem manda aqui no bairro é a GDE”, contou um morador, que preferiu ficar no anonimato, por temer represálias.

Minutos depois, a Polícia Militar apareceu no local com várias viaturas. No entanto, os assassinos já haviam desaparecido. Eles teriam fugido à pé e se embrenharam na favela da Baixada.  Os corpos das vítimas ficaram dentro da residência e, conforme o relato de testemunhas, foram disparados cerca de 20 tiros no local. Cápsulas de balas de pistola foram encontradas e recolhidas.

A Polícia Militar isolou o local e aguarda a presença de equipes da Divisão de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) e da Perícia Forense do Ceará (Pefoce).

Fonte: Blog do Fernando Ribeiro

EM FORTALEZA Homem suspeito de falsificar documentos para fraudar empréstimos a aposentados é preso. Até o momento, a Polícia já contabilizou nove vítimas envolvidas no golpe aplicado por Samuel Maia de Souza.

Samuel foi preso no escritório, no Centro da Capital, na última sexta-feira (17), e em posse dos documentos falsificados ( Foto: Divulgaç...