quinta-feira, 7 de setembro de 2017

CONFRONTO Líder de quadrilha é morto e armas retidas. Segundo a Polícia Civil, Rafael Epifânio se preparava para atacar um banco, no Município de Maranguape.


A equipe da DRF revelou, durante entrevista coletiva, que a quadrilha era responsável por diversas ações criminosas no Ceará
( FOTO: SAULO ROBERTO )


Rafael Epifânio recebeu a equipe da DRF a tiros de fuzil, mas acabou morto no confronto. A companheira dele, Daniele Amorim, foi presa com duas armas

O líder de uma quadrilha especializada em assaltos a carros-fortes, bancos e casas lotéricas morreu em um confronto com policiais da Delegacia de Roubos e Furtos (DRF), na última terça-feira, no Distrito de Mucunã, em Maracanaú. Ao saberem que Rafael Epifânio da Silva, 34 anos, planejava mais uma ação criminosa no município de Maranguape, a equipe da Especializada antecipou a abordagem, mas acabou sendo recebida pelo criminoso com disparos de fuzil AK-47.

"Recebemos a informação que eles iriam praticar esse roubo. Poderíamos ter aguardado para prender essa quadrilha ao entrar em Maranguape, mas seria um risco à população. Como forma de preservar a vida dos moradores, resolvemos antecipar e pegar o líder. Já identificamos alguns integrantes e, nos próximos dias, eles serão presos", explicou o delegado adjunto da DRF, Diego Barreto.

Após o confronto, a companheira de Rafael Epifânio, Daniele da Silva Amorim, 29, já identificada pela Polícia como responsável pela logística do bando e armazenamento das armas, acabou sendo presa. "A função dela era sempre dar o resgate, após o assalto. Ela resgatava toda a equipe com as armas e o dinheiro", esclarece o delegado Raphael Vilarinho, titular da DRF.

Na residência do casal, a Polícia apreendeu um revólver, enterrado no quintal; uma pistola calibre 380; e 40 munições. Em sua ficha criminal, Daniele Amorim já acumulava passagens por receptação e associação criminosa. Já o chefe da quadrilha, respondia por latrocínios, sequestro e associação criminosa.

"Era um indivíduo extremamente violento. Estava sempre em posse do fuzil nos assaltos. O tempo inteiro dizia que teria que morrer uma pessoa nesses assaltos para intimidar a Polícia e a sociedade", afirmou Vilarinho.

Ainda segundo o delegado, o homem era temido até pelos companheiros. "No momento da divisão do dinheiro, ele escolhia quanto cada um deveria ganhar. Quem reclamasse da partilha do lucro, ele matava imediatamente", declarou.

Registros

A Especializada intensificou a busca por Rafael Epifânio, após o registro de um assalto a carro-forte, no dia 11 de abril último, ocasião em que o vigilante Antônio Luís Alexandre Sousa, de 24 anos, foi executado na Rua Emílio de Menezes, na Granja Lisboa. Em 30 de junho último, a quadrilha roubou uma casa lotérica, em Maranguape.

No dia 11 de julho, em mais uma tentativa de assalto a carro-forte, na Avenida Cônego de Castro, no bairro Parque São José, a organização criminosa trocou tiros com a Polícia e baleou o delegado Raphael Vilarinho, na perna. Três membros da quadrilha foram mortos no confronto. "Nesse dia, conseguimos desarticular praticamente toda a quadrilha dele com três comparsas mortos e vários presos. Mesmo assim, ele conseguiu arregimentar outros bandidos", afirmou Diego Barreto.

Com novos membros, o grupo cometeu mais dois assaltos, em locais diferentes. No último dia 9 de agosto, durante um assalto a um carro-forte, que iria abastecer um mercadinho em Maranguape, um dos novos integrantes foi morto e outro baleado. "Ele convenceu o cunhado a participar dessa ação e o homem acabou sendo alvejado por um disparo de arma de fogo", afirmou Barreto".

A última ação planejada pela organização, encabeçada por Rafael Epifânio, aconteceu no dia 25 de agosto, quando a agência do Bradesco de São Gonçalo do Amarante foi assaltada. Cinco homens armados com fuzis anunciaram o assalto e fizeram um funcionário de refém. Os criminosos fugiram em um veículo de cor preta, mas o carro foi abandonado horas depois e um novo veículo foi roubado pela quadrilha para dar seguimento a fuga. Uma pessoa foi presa na ação.

© Diário do Nordeste

©Todos os direitos reservados. O conteúdo não pode ser publicado, reescrito ou redistribuído sem prévia autorização. Passível ação judicial.

HORÓSCOPO DO DIA 22 DE SETEMBRO DE 2017

Áries 21/03 a 20/04 regente: Marte Estar mais aberto para as demandas das pessoas mais próximas pode lhe proporcionar grandes descobertas...