segunda-feira, 11 de setembro de 2017

Primeiro balanço parcial do feriadão no Ceará aponta 47 mortes violentas. Números podem subir

Em Juazeiro do Norte, Geovani Gomes Flor, o "Hulk", morador de rua, foi  executado a tiros

  

Vitória (morta em Maranguape)    Kauã (morto em Jaguaribe)     Marcelina (morta em Messejana)

Carlos Renê Rodrigues e Cristina Coelho de Andrade, mortos a tiros num bar, em Acaraú

 

Antônia e a filha Amanda morreram em acidente em Tianguá. Sirlany em colisão, em Quixadá

O primeiro balanço parcial relativo ao fim de semana prolongado da Independência revela que, em quatro dias – entre quinta-feira (7) e o domingo (10) – ao menos, 47 pessoas tiveram morte violenta em todo o estado do Ceará. Neste período foram registrados 38 casos de assassinatos e mais nove mortes decorrentes de acidentes de trânsito, além do caso de uma criança morta por afogamento na Capital.  Entre os mortos estão sete mulheres, três crianças e um policial militar. Cinco duplos homicídios também foram praticados.

Em Fortaleza, a Polícia registrou, ao menos, 10 casos de homicídios nos seguintes bairros: Demócrito Rocha, Conjunto Ceará, Mondubim, Centro, Barra do Ceará, Siqueira, Parque Santana. Messejana e Montese (duplo homicídio).

Na Região Metropolitana de Fortaleza, 10 pessoas foram assassinadas nos seguintes Municípios: Pacatuba (3 crimes de morte), Caucaia (duplo homicídio no bairro Itambé), São Gonçalo do Amarante, Itaitinga, Maranguape, Maracanaú e Horizonte.

Já no Interior, foram 18 assassinatos nos seguintes Municípios: Russas, Jardim (dois casos), Barbalha, Juazeiro do Norte (quatro casos), Crateús, Acaraú (três homicídios, entre eles, um duplo), Quixeramobim, Senador Pompeu, Aracati (duplo homicídio em Canoa Quebrada) e Jaguaribe (duplo homicídio).

Trânsito

Sete pessoas morreram em consequência de acidentes de trânsito nos seguintes Municípios: Assaré (CE-176), Quixadá (localidade de Picos, zona rural), Tianguá (dois mortos na BR-222, Santa Quitéria (centro da cidade), Alcântaras e  Massapê.

Policial morto

Na noite do domingo, uma tentativa de assalto a um estabelecimento comercial, no bairro Montese, em Fortaleza, terminou em tiroteio entre os bandidos e um policial militar da Reserva Remunerada da PM. No confronto, o PM e um dos assaltantes acabaram mortos a tiros.  O PM morto era o 3º sargento Luiz Lourenço da Silva.

Policiais do Comando Tático Motorizado (Cotam), do Batalhão de Polícia de Choque (BPChoque), prenderam um suspeito com uma arma (revólver) e o terceiro bandido está foragido. 

Jornalista Fernando Ribeiro Copyright 2016

Cotar prende parte da quadrilha que explodiu agência do Bradesco em Novo Oriente

Dinheiro queimado, armas, munições e celulares foram apreendidos em poder dos acusados                                        A quadril...