sábado, 7 de outubro de 2017

180 DIAS Presidente da Câmara de Maranguape é afastado por improbidade administrativa. Parlamentar Kássio Rogaciano foi flagrado em viagem ao Rio Grande do Norte com carro oficial.


A decisão atende a requerimento do Ministério Público do Estado do Ceará
( Divulgação )

O vereador Kassio Anselmo de Oliveira (PCdoB), conhecido comoKássio Rogaciano, foi afastado da função de presidente da Câmara Municipal de Maranguape pelo prazo de 180 dias. O parlamentar também está suspenso das funções legislativas, mas segue recebendo salário. A decisão, baseada na Lei de Improbidade Administrativa, foi tomada nesta sexta-feira (6) pelo juiz Fabiano Damasceno Maia, da 3ª Vara da Comarca de Maranguape.

O magistrado determinou ainda a indisponibilidade de bens de Kássio Rogaciano até o montante de R$ 177.482,25, necessário à reparação da irregularidade administrativa. A decisão atende a requerimento do Ministério Público do Estado do Ceará (MPCE).

Em setembro, Kássio foi flagrado utilizando veículo oficial para viajar ao Rio Grande do Norte, onde foi à praia de Ponta Negra, shoppings e até festa sertaneja. A viagem aconteceu do dia 1º ao dia 4 daquele mês. Na volta do vereador, foi instaurado inquérito civil para apurar ilegalidades.

Kássio afirma que foi a Natal para participar de curso de capacitação oferecido pelo Tribunal de Contas do Estado do Rio Grande do Norte para justificar as despesas e a utilização do bem público de forma indevida. 

© Diário do Nordeste

©Todos os direitos reservados. O conteúdo não pode ser publicado, reescrito ou redistribuído sem prévia autorização. Passível ação judicial.

Jovem morre vítima de acidente em Ibicuitinga

     Jovem morre vítima de acidente em Ibicuitinga Segundo informações da Polícia Militar, por volta de 5h da manhã deste domingo (10...