sexta-feira, 13 de outubro de 2017

DEVOÇÃO Multidão celebra 300 anos de Nossa Senhora Aparecida. Procissão percorreu as ruas do bairro Montese e adjacências e emocionou uma multidão de fiéis. A festa religiosa foi encerrada com Missa campal na Paróquia que homenageia a padroeira do País


Procissão percorreu as ruas do bairro Montese e adjacências e emocionou uma multidão de fiéis. A festa religiosa foi encerrada com Missa campal na Paróquia que homenageia a padroeira do País
( Foto: Kid Júnior )

Cerca de 40 mil pessoas participaram, ontem, das festividades que celebraram os 300 anos da aparição, nas águas do Rio Paraíba, em Guaratinguetá, São Paulo, da imagem de Nossa Senhora da Conceição Aparecida. Em Fortaleza, os festejos ocorreram nas ruas do bairro Montese, com a tradicional procissão da santa, na paróquia que a homenageia.

Durante todo o dia foram realizadas sete celebrações da eucaristia, sendo a última, que encerrou os festejos, concelebrada, com a presença do bispo auxiliar da Arquidiocese de Fortaleza, dom Rosalvo Cordeiro de Lima.

O pároco da Igreja, padre Gabriel Brilhante Holanda, enalteceu a presença dos fieis, que lotaram o templo durante todas as comemorações em honra à santa padroeira do País.

"Para nós, Nossa Senhora Aparecida representa, primeiro, a padroeira oficial do Brasil. E este ano, a imagem peregrinou nos 27 estados do País, levando a devoção para as paróquias, as capelas e para que o povo bebesse desse modelo santo que é Nossa Senhora. Para nós, ela representa um instrumento de evangelização. Nós chegamos a Jesus através de Maria", disse.

Fé católica

Difícil, dentre a multidão, dizer quem seria o mais empolgado ou mais envolvido com as honras àquela que concebeu o filho de Deus, conforme a fé católica. Porém, bastava buscar por informação que um nome era o consenso sobre quem poderia ajudar: José Antunes Ribeiro. Ele é funcionário da paróquia, "trabalhou o dia inteiro" fazendo "de tudo", conforme não cansavam de relatar os paroquianos, quando viam o crachá da reportagem. Antunes conta que, tamanha devoção, nasceu após ter sido curado de um problema de saúde, há 15 anos.

"Eu tive uma gastrite muito forte, quase úlcera, em 2002. Fui ao médico. Ele passou remédio e eu não tomei. Eu vim à ela, Nossa Senhora Aparecida, e disse que, se ela me curasse, eu nunca mais faltava uma missa dela. E isso faço todos os meses. Graças a Deus, nunca mais senti nada. Fui fazer a endoscopia. O médico disse que estava curado. Ele perguntou o que eu fiz. Eu disse: uma promessa à Nossa Senhora Aparecida", exclamou. A ministra da Eucaristia Sandra Maria Mota de Oliveira também agradeceu. Ela revelou que, em seu caso, a bênção foi ter conseguido trabalho para o genro.

© Diário do Nordeste

©Todos os direitos reservados. O conteúdo não pode ser publicado, reescrito ou redistribuído sem prévia autorização. Passível ação judicial.

RUSSAS-CE​: ​Acidente de trânsito com vítimas fatais, deixa médico conhecido na cidade de Limoeiro do Norte-Ce, e motorista de topique mortos.​

Ontem dia 10/12/17, por volta das 20:30hrs, na BR 116 na altura do KM 157, zona rural de Russas-CE, houve uma colisão frontal envolvendo o ...