quinta-feira, 2 de novembro de 2017

ZONA SUL DA CAPITAL Grupo alugava casas para guardar carros roubados. Foram apreendidos seis veículos, armas de fogo, drogas, dinheiro, coletes balísticos, e uma farda da Justiça Federal.


O delegado Diego Barreto apresentou os detalhes da operação e o material encontrado em poder dos dois homens e nas casas alugadas pela quadrilha

por Messias Borges - Repórter


Os veículos apreendidos com o bando foram uma Toyota Hilux, dois Volkswagen Fox, um Volkswagen Gol, um Renault Logan e um Ford Ka. Dentre os automóveis, dois já se encontravam 'clonados' ( Fotos: Helene Santos )

Dois integrantes de uma quadrilha especializada em roubar e 'clonar' veículos e em roubar residências foram presos pela Delegacia de Roubos e Furtos de Veículos e Cargas (DRFVC), da Polícia Civil, na Zona Sul de Fortaleza, na última terça-feira (31). Com a dupla, foram apreendidos seis veículos, objetos roubados, armas de fogo, drogas, coletes balísticos, dinheiro e até uma farda da Justiça Federal.

Segundo o titular da DRFVC, delegado Diego Barreto, a Especializada já investigava o grupo criminoso há algumas semanas e recebeu a informação que ele teria roubado dois veículos, na última segunda-feira (30). A atuação do bando não se distanciava da Zona Sul, principalmente em bairros como Passaré, Sapiranga, Édson Queiroz e Cidade dos Funcionários.

Os policiais civis conseguiram identificar os criminosos e realizaram diligências na região, na última terça (31). Mário Sérgio Leite Oliveira, 25, que já utilizava uma tornozeleira eletrônica de monitoramento da Secretaria da Justiça e Cidadania (Sejus), foi preso novamente, na posse de uma pistola calibre 380, em uma residência na Avenida Edilson Brasil Soares. De acordo com o delegado Diego Barreto, o suspeito era o motorista da quadrilha.

A um quarteirão de distância, a Polícia encontrou e também deteve o comparsa de Mário Leite, identificado como Regildo dos Santos Silva, conhecido como 'Pernambucano', 27, em outro imóvel. Ele seria um dos principais receptadores da quadrilha e estava com nove celulares, três relógios, notebooks e dinheiro.

A DRFVC chegou a mais cinco residências, que eram alugadas para servir de depósito para os objetos roubados pelos criminosos, na Rua Joaquim Frota, na Sapiranga. Quatro propriedades eram utilizadas para guardar veículos roubados, sendo um em cada.

Já no sétimo imóvel visitado pelos policiais, na mesma rua, foram apreendidos mais dois veículos (que não eram roubados), 1kg de maconha, 100g de cocaína, 50g de crack , quatro coletes balísticos, uma farda da Justiça Federal, um revólver calibre 38, um simulacro de submetralhadora, placas automotivas e selos para adulteração de chassi dos veículos.

O titular da DRFVC chamou atenção para a presença de uma farda da Justiça Federal, semelhante à da Polícia Federal (PF), entre os materiais roubados. "Nós temos informações que os criminosos estavam se utilizando esse fardamento para praticar alguns roubos, passando-se por policiais. Isso também será investigado", afirmou Barreto.

Os veículos apreendidos com o bando foram uma Toyota Hilux, dois Volkswagen Fox, um Volkswagen Gol, um Renault Logan e um Ford Ka. Dentre os automóveis, dois já se encontravam 'clonados' (ou seja, com a placa e o chassi adulterados).

Os presos foram levados à DRFVC, no bairro Maraponga, e autuados em flagrante pelos crimes de organização criminosa, tráfico de drogas, roubo e receptação qualificada.

Foragidos

Segundo o delegado Diego Barreto, a investigação já identificou mais três suspeitos de integrarem a organização criminosa. "Nós já temos vários integrantes identificados, inclusive o principal receptador, responsável por alugar os imóveis, mas eu prefiro não divulgar o nome dele agora. Vamos representar pelas prisões deles", revelou.

© Diário do Nordeste

©Todos os direitos reservados. O conteúdo não pode ser publicado, reescrito ou redistribuído sem prévia autorização. Passível ação judicial.

LIMOEIRO DO NORTE-CE​: Acidente de trânsito​

Acidente de trânsito na Av Dr Gaspar, do tipo atropelamento moto x pessoa e animal. A vítima seria uma senhora de 59 anos, e o motoqueiro ...