sábado, 6 de janeiro de 2018

CALIBRE 12 Ex-vereador é preso por porte ilegal de armas. Acusado já responde por outros dois crimes da mesma natureza. Proprietário das armas identificou-se como atirador esportivo ( Assessoria PRF )

Proprietário das armas identificou-se como atirador esportivo ( Assessoria PRF )

Um ex-vereador do Município de Aratuba (132 km de Fortaleza) foi preso em flagrante na noite de sexta-feira (5). Por volta das 22h30, Manoel Venancio Barrosoconduzia pela altura do Km 302, da BR 020, quando foi abordado por equipes da Polícia Rodoviária Federal (PRF) de Canindé. Ao revistar o interior do veículo, que continha mais dois passageiros, foram localizadas duas espingardas calibre 12 e 114 cartuchos. 

Segundo informações da PRF, após a ação, o condutor do veículo e proprietário das armas identificou-se como atirador esportivo, autorizado pelo Exército. Na ocasião, o político apresentou a documentação pertinente, porém, o transporte das armas é proibido pelos artigos 39 a 41 da Portaria 004/01/DLOG e art. 135-A da Portaria 51/COLOG/EB.

Os policiais deram voz de prisão em flagrante ao suspeito por incursão no crime previsto no artigo 14 da Lei 10.826/03 - porte ilegal de arma de fogo de uso permitido. 

Nas últimas eleições, o ex-representante de Aratuba se candidatou ao cargo de vereador com o nome Neto do Pai João. O empresário se candidatou pelo Partido Progressista (PP) e no momento da prisão se identificou como vereador. O nome de Manoel Venancio Barroso não consta no site da Câmara Municipal de Aratuba.

Em 2006, o empresário foi torturado por bandidos que invadiram sua fazenda e três anos depois foi preso com armas de grosso calibre  após operação da PRF.

 

© Diário do Nordeste

©Todos os direitos reservados. O conteúdo não pode ser publicado, reescrito ou redistribuído sem prévia autorização. Passível ação judicial.