Amigos de Plantão

Onde a notícia chega primeiro!

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

domingo, 25 de março de 2018

NA GRANDE FORTALEZA: Prédios públicos, torres de telefonia e ônibus são atacados a mando de facção

ÔNIBUS INCENDIADO na av. Imperador, um dos sete veículos atacados na noite de sábado JULIO CAESAR



Thiago Paiva

Em menos de 24 horas, as sedes da Secretaria da Justiça e Cidadania (Sejus), da Empresa de Transporte Urbano de Fortaleza (Etufor) e da 2ª Companhia do 8º Batalhão da Polícia Militar foram atacadas, em Fortaleza. Pelo menos sete ônibus e duas torres de telefonia sofreram tentativas de incêndio, a maioria delas concretizada.

Sobre o assunto

Camilo diz não aceitar afronta de criminosos; conexão entre ataques é investigadaEstratégia. Fortaleza terá 25 unidades de segurança até julho 

Os episódios são parte do novo ciclo de atentados registrado na Capital e Região Metropolitana, por ordem do crime organizado. A última vez em que uma onda de ataques semelhante havia sido registrada no Ceará ocorreu em abril do ano passado.
 

O POVO apurou que as ações criminosas estariam relacionadas ao Projeto de Lei Complementar 470/18, aprovado pelo Senado, que objetiva a instalação de aparelhos bloqueadores de sinal de celular nos presídios de todo o País. Na última quarta-feira, 21, o Plenário da Câmara dos Deputados autorizou, por 394 votos a 2, que a medida tramite na Casa em regime de urgência.

 

Desta vez, as ações levaram as cúpulas da Segurança Pública e do Sistema Penitenciário a decretarem estado de “alerta máximo”, entre a noite de ontem e madrugada de hoje. Nos presídios, a segurança, dentro e fora das muralhas, foi reforçada.
 

Nas ruas, viaturas circularam em comboios e parte da frota de ônibus foi recolhida. O restante dos coletivos continuou circulando, mas sob escolta da PM e da Guarda Municipal. A medida foi tomada após reunião entre a cúpula da Segurança Pública e representantes da Etufor e do Sindicato das Empresas de Transporte de Passageiros do Estado do Ceará (Sindiônibus).
 

Fontes confirmaram ao O POVO que a ordem para os ataques teria partido de dentro da Casa de Privação Provisória de Liberdade I (CPPL I), em Itaitinga, que é controlada pela facção Comando Vermelho (CV). Também seriam membros do CV os três jovens mortos em confronto com a Polícia Militar, durante ataque à Sejus, por volta de 1h30min, no Meireles. Ação que teria desencadeado os demais atentados. Com a morte dos comparsas, a retaliação ao projeto de lei ganhou componentes de vingança. 
 

Além das torres incendiadas, nos bairros Jardim Iracema e Sapiranga,  conforme a SSPDS, houve duas manifestações com queima de pneus nas avenidas Coronel Carvalho e Mozart Lucena, nos bairros Vila Velha e Quintino Cunha, respectivamente. 
 

Já nas ações contra ônibus, quatro foram registradas em um raio de 2 quilômetros. A primeira se deu na avenida Presidente Castelo Branco, conhecida como Leste-Oeste, próximo à comunidade do Oitão Preto, no bairro Moura Brasil. Por volta das 19 horas, criminosos abordaram o motorista do veículo da linha 752 – Caça e Pesca/ Centro. Condutor e passageiros foram obrigados a descer e o veículo foi incendiado. 
 

A situação se repetiu, minutos depois, na rua Solon Pinheiro, no Centro da Capital, ao lado da Praça Coração de Jesus. No local, outros dois veículos foram queimados. Em seguida, mais adiante, na avenida Imperador, um quarto veículo foi atacado e incendiado. 
 

Instantes depois, criminosos tentaram atear fogo em um quinto veículo, na rua Padre Mororó. A ação, contudo, foi frustrada pela PM. Um suspeito identificado como Igor Victor da Silva Fernandes, 18, foi preso em flagrante com um galão de gasolina. Também no Centro, na rua Castro e Silva, próximo à Praça da Estação, foram capturados Daniel Vanderlei de Freitas Costa, 24, e Antônio Elton Lopes Cassiano, 29. Este último tem três passagens por roubo, além de porte de arma de fogo e identidade falsa. Eles também estavam com um galão de gasolina. 
 

O sexto coletivo foi incendiado por volta das 19h30, na rua G, no bairro Vila Velha. Já um sétimo ônibus foi alvo de tentativa de incêndio, segundo informações do Corpo de Bombeiros, no bairro Conjunto Metropolitano, em Caucaia. 
 

Nesse mesmo horário, a sede da Etufor, no Montese, e da 2ª CIA do 8º BPM, no Meireles, foram alvejadas. Em reação, a SSPDS determinou o reforço no policiamento, inclusive com apoio de helicópteros da Coordenadoria Integrada de Operações Aéreas (Ciopaer). A Delegacia de Repressão às Ações Criminosas Organizadas (Draco) da Polícia Civil ficará responsável pelas investigações. (colaboraram Jéssika Sisnado e Rubens Rodrigues)

 

OS ATENTADOS A ÔNIBUS

- av. Leste-Oeste, bairro Moura Brasil
- Praça Coração de Jesus, Centro (2)
- av. Imperador, Centro 
- rua Padre Mororó, Centro
- rua G, bairro Vila Velha
- Conj. Metropolitano, Caucaia 

A PRÉDIOS 

- Secretaria da Justiça e Cidadania, bairro Meireles
- 2ª Companhia do 8º Batalhão, bairro Meireles
- Etufor, bairro Vila União

A TORRES DE TELEFONIA
 

- bairro Jardim Iracema 
- av. Maestro Lisboa, bairro Sapiranga


Grupo de Comunicação O POVO
Copyright © 1997-2018
Todos os direitos reservados

Nenhum comentário:

Postar um comentário